NOTAS DE UM CRONISTA

Os craques e o crack

Paulo Briguet · 9 de Dezembro de 2022 às 09:14

Casagrande decide atacar jogadores que tiveram o sucesso, os títulos e o reconhecimento que ele jamais conquistou 

Pote até aqui de mágoa, Casagrande saiu das drogas, mas parece que as drogas não saíram dele. Agora passou a atacar ex-jogadores que têm tudo aquilo que ele não teve: títulos expressivos, reconhecimento como craques, respeito de todas as torcidas. Atacou, por exemplo, o pentacampeão Marcos, um dos maiores ídolos da história do Palmeiras, aplaudido até pelos maiores rivais.
Eis a diferença entre o craque e o crack.

 

 


"Por apenas R$ 29/mês você acessa o conteúdo exclusivo do Brasil Sem Medo e financia o jornalismo sério, independente e alinhado com os seus valores. Torne-se membro assinante agora mesmo!"